Uma vilã sexy, completamente maluca e amada por milhares de fãs. Criada por Paul Dini e Bruce Timm, Harley Quinn é um caso bastante peculiar dentro das histórias de quadrinhos.

Recentemente vimos a personagem sendo interpretada por Margot Robbie na tão aguardada adaptação de Esquadrão Suicida nos cinemas e, ganhando vida nos cinemas, o trabalho de Margot com Harley Quinn continua conquistando fãs pelo mundo.

E para você conhecer um pouco mais sobre essa lunática, porém incrível vilã, apresentamos 9 fatos sobre Harley Quinn que até mesmo muitos leitores dos quadrinhos desconhecem.

1. Sua primeira aparição não foi nos quadrinhos, nem no cinema

É comum que novos heróis ou vilões sejam introduzidos em algumas histórias de quadrinhos, futuramente se estabelecendo no universo em questão, mas até sua estreia na DC foi do avesso.

Harley Quinn deu as caras pela primeira vez em 1992 na TV, mais precisamente no vigésimo episódio de Batman: A série Animada, durante o capítulo “Joker’s Favor” (“Um Favor para o Coringa“).

O personagem foi criado para uma cena específica e seria descartado, mas foi tão bem recebido pelo público que acabou forçando os criadores a considerar sua permanência. Em 1993, um ano após sua criação Harley finalmente deu as caras nos quadrinhos.

2. Ela é imune a toxinas

Harley mantém uma boa relação com Hera Venenosa (Poison Ivy), mais que amizade de acordo com algumas teorias.

Por esse afeto que possui por ela, Hera entregou um soro que a tornou imune a todos os tipos de toxinas letais.

O amor não é lindo! S2

3. Já foi realmente obscura

Em Justice League: Gods and Monsters pudemos ver uma versão de Harley Quinn realmente extrema, e muito mais controversa do que conhecemos.

Na animação, Harley está totalmente desequilibrada, apresentando tendências canibais, guardando partes de corpo humano mutiladas em um congelador.

Diga-se de passagem, esta história é realmente obscura e perturbadora.

4. A história de sua origem

Como já comentei, Harley Quinn foi criada apenas para um capítulo específico, mas como decidiram mantê-la na história principal era importante que tivesse uma origem.

Em The Batman Adventures: Mad Love são relatados os acontecimentos, nos quais Harley era psiquiatra de ninguém mais, ninguém menos que Coringa, enquanto este estava preso/internado no Asilo Arkham, mas durante uma sessão foi manipulada por seu paciente e caiu de amores pelo palhaço do crime.

Isso resultou na Harley que todos conhecemos.

5. Ela tentou ser boazinha…algumas vezes

Em vários capítulos inclusive durante Batman: Assault on Arkham (versão animada de Esquadrão Suicida), Harley tentou ser uma boa pessoa.

Harley chegou a ajudar o Batman em algumas ocasiões, o morcego inclusive chegou a decidir ajudar Harley a conseguir condicional.

6.  Já foi uma cantora de Folk

Em Elsewords, uma publicação da DC que traz histórias paralelas de seus personagens, Hera Venenosa e Harley são cantoras de folk, e possivelmente amantes.

Além disso Lex Luthor e um produtor de música pop. Trata-se de um quadrinho altamente recomendado, com muito conteúdo bizarro.

7. Já foi uma amazona

Em Countdown, Harley consegue liberdade condicional e, depois de se envolver com um grupo conhecido como Secret Six, decide se afastar desse mundo.

Daí em diante, por uma série de circunstâncias, acaba chegando à terra das amazonas, permanecendo ali como guerreira por um tempo.

8. Tem uma filha

Uma das informações menos conhecidas e mais surpreendentes é a existência de Lucy Quinn, filha de Harley e….do Coringa.

Em Injustice: Gods Among Us, durante uma luta com a Canário Negro, ambas se detêm um comovedor momento, e Harley fala sobre sua filha.“Tenho uma filha. Seu nome é Lucy. Ela vive com minha irmã, tem quatro anos e gosta de tutus e carrinhos de brinquedo. Ela é especialista em colocar tutus em carrinhos de brinquedo, ela gosta da ideia de um carrinho bailarino…acho que faz sentido”.